apps

Oralplan - Seu plano odonto digital

Acompanhe as novidades em

Segunda via de boleto

Para emitir a segunda via de boletos disponíveis para pagamento, basta informar seu CPF abaixo.

Demonstrativo para imposto de renda

Para emitir o seu demonstrativo para imposto de renda, basta informar seus dados abaixo.

Demonstrativo de utilização

Para emitir o seu demonstrativo de utilização, basta informar seus dados abaixo.

Agência Nacional de Saúde ANS nº 420972

Bruxismo: o que é e como tratar?

O bruxismo é um movimento involuntário que desgasta os dentes e pode causar muita dor.

Publicado em 03 de novembro de 2017
bruxismo
bruxismo-leitura-corporal

Dois em cada dez brasileiros sofrem com bruxismo – um movimento involuntário, que desgasta os dentes e pode causar muita dor. Uma das formas de tratamento é desencostar os dentes. Fácil de fazer, mas difícil de lembrar. O Bem Estar desta terça-feira (26) convidou dois especialistas para falar sobre o assunto.

O cirurgião buco-maxilo-facial Gabriel Pastore explicou que o bruxismo é um hábito involuntário em que a pessoa aperta, desliza ou bate os dentes, principalmente durante à noite. Geralmente, quem tem bruxismo noturno range e aperta os dentes enquanto quem tem bruxismo diurno, aperta.

O primeiro sinal a ser notado é o desgaste dos dentes, que ficam menores e mais retos. Além disso, dor de cabeça, dor na musculatura da mastigação, fratura dos dentes, disfunções da ATM e até problemas de canal podem ocorrer por conta do bruxismo.

De acordo com o psiquiatra especialista em transtorno do sono Alexandre Pinto de Azevedo, as causas para o bruxismo não são bem entendidas porque são multifatoriais. O fator psicoemocional é um dos mais importantes e pode estar relacionado com diferentes emoções. Estudos revelam que pacientes com bruxismo apresentam níveis mais elevados de ansiedade, depressão e raiva.

O tratamento do bruxismo envolve atuação no comportamento, controle da ansiedade e a reabilitação oral. A parte oral envolve restauração dos dentes e uso de placas de proteção (silicone ou resina). Técnicas de relaxamento também são indicadas.